Artistas - Arte Transformista

Amenda Nudes

Amenda Nudes foi hostess e performe do bar La Rubia Café que por 3 anos. Produziu em parceria com o mesmo 3 edições do La Rubia Drag Race. Participante do Distrito Drag, Performer, videomaker, geradora de conteúdo web. Modelo, fez vários trabalhos no meio em parceria com a @popupdrag onde foi a primeira modelo. Conhecida pelo polimento, beleza e talento!

Ayobambi

Eu quando era mais novo descobri o rupaul drag race na televisao e aquilo pra mim foi a coisa mais incrível e dai em diante eu comecei a acompanhar muitas drags e me inspirei nelas pra começar a me montar. Aos 18 anos eu ja saia montada para as festas  e assim consegui muitas oportunidades e aprendizados. Hoje em dia eu trabalho como streamer de jogos no facebook fazendo lives toda semana.

Brava Breves

Médico Queer Preto Cirurgião Drag Queen e imensamente feliz.

Brenda Max

Inspirada pelo paisagismo urbano e a cena alternativa de Brasília com o pop mainstream, Brenda Max é a desconstrução em forma de drag. Teve seu início em 2018 e, desde então, nunca mais parou, estando presente em várias festas e eventos de Brasília e, pelo Instagram, é presença certa em competições e performances exclusivas, sendo até reconhecida por artistas de outras partes do mundo. Conhecida por ser muito performer e por uma estética de quebrar padrões de estética e gênero, essa drag queen barbada mexe com os corações e mentes de quem a vê e a acompanha.

Cassandra Monster

Cassandra Monster é uma drag queen de forma completa, conseguindo se encaixar em tudo que é proposto para ela.

Cássia LABAXÚRIAS

Drag Queen, formade pela Universidade de Brasília em artes cênicas-Teatro. Pós graduada em Metodologia do ensino de arte. Performer, atriz e educadore.

Dalila Vegas

Drag Queen intérprete de Libras venho atuando em diversos espaços culturais como shows, carnavais, apresentações artísticas e eventos “palestras, seminários” entre outros do meio, sempre levando acessibilidade ao público surdo.

Ginger Mc.Gaffney

Drag queen venezuelano com 10 anos de trajetória artística com 2 anos de residência no Brasil querendo levar meu arte para todas as boate do DF e do brasil

Kalea

“Comecei minha carreira desde muito nova apenas na escola, conforme os anos se passaram fui ficando melhor e abrindo espaço para meus talentos florescerem! Hoje sou voguer e hostess na cena Ballroom – DF, faço música e danço, aprendi muito sobre make-up & hair stylist e faço drag em boates locais.”

Katrinna Jhones

Meu nome é Katrinna Jhones e eu vim pra quebrar tudo!!! Sou artista drag queen desde 2014, faço o meu trabalho com todo o amor do mundo pois, através dessa arte eu recuperei minha auto estima e consegui chegar em lugares inimagináveis. Participei do concurso de drags da pop up drag, participo de alguns coletivos da cidade como o Distrito drag e Subdulcina onde promovemos arte e cultura ocupando espaços.  Trabalho como hostess e performer em festas, já participei de video clipes dos cantores Pietro ( Maravilhosa) e Ariana ( Movimento circular).

Kelly Queen do Brasil

“Comecei no teatro atrás das cortinas, montando cenários produzidos por outras pessoas, passei pelos camarins como camareiro vestindo artistas e me apaixonando pela atuação e pelos palcos cada dia mais. Trabalhando nos bastidores aprendi a operar luz e som, comecei a participar de oficinas de atuação, maquiagem e figurino. Com a minha drag pude atuar e levar diversão através de um trabalho que vem ganhando cada vez mais espaço e notoriedade no espaço artístico.

Já fiz show, eventos, participei de clipes, concursos e dei MUIIITO CLOSE! Atualmente faço parte do Distrito Drag que busca fortalecer e dar visibilidade para o trabalho cultural que é desenvolvido pelos artistas que fazem drag no Distrito Federal e entorno e isso é motivo de muito orgulho pra mim.

Por fim, sigo levando minha arte da minha maneira como corpo político sem obrigações estéticas e comportamentais.”

K-Halla (Bruno Coeoli)

Ator, dançarino e Drag Queen, artista desde de 2011 hoje formado em Artes Cênicas (Licenciatura) pela UnB. Drag há 3 anos hoje é atual residente da boate Victoria Haus,onde toda semana participa da festa #Hashtag e também Residente da festa FARRA.Sabe transitar em diferentes linhas artísticas propostas.Desde Shows caricatos até numéros com bastante presença e atitude encima do palco.

 

Lee Brandão

“A primeira DragQueen com deficiência de Brasília, bailarina(o), cantora(o) e maquiadora(o) e instrutor de capoeira .

Aos 5 anos comecei a cantar em igreja, onde fiquei por 12 anos. E ao sair, um mundo de possibilidades se abriu, me graduei a instrutor de capoeira , ganhei concursos de canto e dança e pude contribuir com visibilidade LGBTQ/PCD estando na TV.

 “Má formação congênita”, diagnóstico que me foi dado, juntamente com um prazo de vida de apenas 7 anos de idade não foram o suficiente para me fazer desistir dos meus ideais, hoje performo e informo que ser diferente é ser normal, com o imenso orgulho de saber que estou ajudando a plantar sementes de um fruto que os próximos LGBTQs com deficiência colherão. E tenho dito; nossos corpos são limitados, mas a nossa alma não .”

LuShonda

LuShonda é a rainha da periferia de Brasília. Criada pelo jornalista e ativista LGBT Luís Plasmo há 3 anos, a drag queen tem um currículo extenso: já fez shows em todos os espaços LGBTs e em quase todas as paradas de orgulho do DF; é uma das drags pioneiras em introduzir a cena ballroom na capital; é residente da principal boate do DF há 2 anos, já foi madrinha por dois anos da parada LGBT da cidade onde nasceu; é mãe de várias drags; produz festas LGBTs na periferia, já fez série, música, filme. Enfim, LuShonda é representatividade, é força e, principalmente, LuShonda é amor e orgulho por ser afrogay.

Mary Gambiarra

Minha Drag nasceu com o intuído de utilizar da arte Transformista para promover conscientização política, junto à comunidade LGBTI+. Nesses anos de carreira atuei fazendo shows na boate Victoria Haus, eventos particulares, projetos sociais  e na construção do coletivo Distrito Drag. Dar vida a um personagem e poder utilizar  dele para transformação social é algo que me completa enquanto ser humano.

Medu Zaa

Com o orgulho de ser grande, Medu Zaa,  (meduzão pros íntimos), busca trazer à arte drag, a fantasia do teatro, o respeito pela cultura nacional e busca mostrar a beleza que há em todos os corpos. É sobre ser a cada dia um sonho diferente. E é sobre lutar politicamente contra o fascismo.

Mozilla Firefox

Iniciei minha trajetória como performer em um concurso, sai desse concurso e ganhei os palcos de Brasília com performances na área de animação de público, humor, Stand up comedy e performances diferenciadas sempre com bastante humor.

Naomi Leakes

Performer, hostess, animadora e até mesmo mestre de cerimônias fúnebres, o que for proposto será feito da melhor forma possível! Amor, força de vontade e um sonho são os combustíveis dessa jornada e compartilhamento e arte da Naomi.

Pietra

Multi artista, trans, maquiadora, produtora, apaixonada por bate cabelo, blogueira Samanta de arte drag.

Raykka Rica

Animada e comunicativa, Raykka Rica é uma drag que adora fazer trocadilhos e divertir quem esteja perto dela. Membro do Coletivo Distrito Drag, formado por artistas transformistas do Distrito Federal que organiza o bloco carnavalesco “Montadas – o bloco da diversidade”, o “CalenDrag”, entre outros projetos. Faz parte do elenco da artístico da Victoria Haus, atuando com performances e animação de palco. Tem experiência e trabalha, também, com design gráfico e redes sociais.

Ruth Venceremos

“Artista Drag Queen,  apresentadora e performer com atuação desde 2016. É  produtora cultural com  experiência em produção e  organização de eventos  educativos e culturais. Integra a direção do Distrito Drag. Já foi contemplada com com o seguintes prêmios: Prêmio Orgulho LGBT 2017 (ONG JUDIH LGBT) na categoria arte e  cultura; Prêmio FAC Cultura e Cidadania 2018, na categoria Cultura LGBTI e Prêmio de Direitos Humanos do DF 2019, da Secretaria de Justiça e Cidadania do DF. “

Sabah

“Sabah  iniciou sua carreira em 2019 através  da oficina de montação do Distrito Drag se apresenta na boate victoria haus como idrag, participa de lives  de transexuais. Nas lives tem feito performances de empoderamento do povo trans e preto.

Muito dedicada e divertida. Quem dá  vida a Sabah é  um homem trans, pansexual. “

Sophia da Puta

EAI GALERINHA DO CANAL! Não me conhecem, estou longe de ser famoso há no cenário drag de Brasília, contudo estou aqui, todo dia um apoio diferente que eu recebo ora continuar espalhando arte pro nosso quadradinho.. faço Artes Cênicas na UNB e trago um pouco disso pras minhas performances.. participei do UNB Drag Race  e o que me abriu portas para conhecer pessoas maravilhosas no qual me inspiram pra uma carreira no mundo artístico.. quiser conhecer mais chama no PV :3

Tonny Werneck

Sou palhaça mesmo, sou do tipo povão e muvuca, sou espontânea e também sou tímida, gosto de fazer os outros rir mesmo, esta sou eu TONNY WERNECK.

Trinnity Sermansk

Acho que como toda drag queen, tudo começou como uma brincadeira em uma festa de um amigo em Minas gerais desde então a minha drag está se tornando cada vez mais super conhecida no meio Drag em Brasília, atualmente moro na Ceilândia Centro. Me destaco por ser uma drag queen bem sensual que valoriza bastante o corpo.

Verônica Strass

“Drag veronica strass, Promoter, Top drag porto seguro 2020, Miss Aruc 2020, Rainha bate cabelo, o resto fica a critério”